sábado, 14 de novembro de 2015

PRA LÁ DO ALASKA.



Essa semana eu tava conversando com uma seguidora minha no tumblr sobre shows. A garota me falou que só gosta de ir à shows quando conhece bem as músicas de uma banda. É, isso é bem normal. Eu sempre fui pelo caminho inverso, sempre gostei de ir à shows de bandas que eu não conhecia, nunca tinha ouvido, ou então no máximo umas duas músicas. Ontem à noite fui conferir a apresentação do “Far From Alaska”, que já tinham vindo à Fortaleza antes, mas eu não tinha visto, e ainda não conhecia o som da banda. Vim conhecer ontem, enquanto me arrumava pra sair de casa para vê-los. E fazia tempo que eu não gostava de um som de uma banda assim, de primeira.

Eu tô ficando velho. Tô ficando entediado. Ouço bandas por aí, tô sempre procurando um som novo, uma nova paixão, mas acontece que quase nada me bate de primeira, me faz abrir os olhos e dizer; “Porra, som massa”. Ontem, enquanto me arrumava para sair, rolou isso com Far From Alaska.



O Far From Alaska foi fundado em 2012, em Natal. De lá pra cá eles lançaram um Ep “Stereochrone” em 2012, e em 2014 lançaram o disco “modeHuman” lançado pela Deckdisc. E que disquinho massa. Me pegou de primeira e logo na primeira canção. O som deles tem peso, uma banda fazendo rock num país em que poucos estão fazendo isso. A voz de Emmily Barreto é apaixonante, assim como sua figura, e ao vivo a menina, junto com a banda toda tocam com uma energia, uma vontade, um prazer, que dá gosto de ver. Foi bonito ver o Let´s Go Rock Bar ontem pulando e cantando com a banda, que mesmo tocando em um som muito ruim da casa, os vocais foram atrapalhados por isso, ainda assim foi bom de ver a banda sendo acompanhada por um público vibrante.

Também tocaram as bandas cearenses “Sulamericana” e “Rocca Vegas”, e a banda de Espírito Santo “Supercombo”, que me impressionou ter um público tão forte aqui da cidade, cantando suas baladas.

No site do From ForAlaska você pode ouvir o disco da banda. Assim também como no tube. E eu indico dar uma ouvida.


Nenhum comentário: