sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

OS MELHORES DO ANO, OU NEM TANTO, MAS VÁ LÁ.

2010 foi mais um ano, e chegamos à seu fim. Lembro de ter escrito um post aqui no começo do ano falando que logo os dias seriam todos páginas retiradas de um calendário na parede. Ou escrevi isso aqui ou em meu diário pessoal. De toda forma... Quando chega essa época chegam também nos jornais e revistas e sites e blogs as listas dos melhores do ano no cinema, os melhores discos lançados, as melhores músicas. Até pensei em criar minha lista dos melhores filmes, mas lembrei que esse ano mais que nunca me entreguei aos pipocões, então decidi fazer um lista lembrança pra mim mesmo de uma forma bem pessoal, e é claro, dividindo com quem lê esse blog, para saber se alguém viu as mesmas coisas, concorda, discorda, num tá nem aí... Em fim, podem não ser os melhores do ano, mas o ano em si não foi um dos melhores mesmo. Então vá lá:

Cinema

Melhor filme

A Estrada

Adaptação do livro de Cormac McCarthy, nenhum filme me emocionou tanto neste 2010 quanto A Estrada. Gosto de filmes simples que conseguem transmitir uma emoção verdadeira, e A Estrada me fez sentir isso.

Melhor filme no cinema

Onde vivem os monstros

Pela trilha sonora, por terem feito aqueles bichos gigantes e conseguir emocionar com uma estória simples.

Melhor filme de estrada

Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo.

Por Karin Aïnouz ainda continuar fazendo o melhor cinema Brasileiro, experimentando sem medo.

Melhor filme barulhento

O Homem de Ferro 2

Nem sou fã das HQS, mas o filme ficou bem rock com AC DC e aquele vilão feito por Mickey Rourke, meu vilão predileto deste ano.

Melhor ficção científica

A origem

Por Christopher Nolan ter feito um filme longo, mas com fôlego e com efeitos especiais que não pareciam defeitos.

Pior filme de terror

Premonição 4

Por ser o mesmo do mesmo.

Melhor adaptação de HQ para Cinema

Kick Ass – Quebrando Tudo.

Por Matthew Vaughn ter feito uma adaptação engraçada, com ação e não se distanciando tanto das HQS, mantendo fidelidade ao que Mark Millar escreveu.

Shows

Acústico pra dançar

Autoramas

Por terem feito um acústico fodasticamente bom, com gás de show pra dançar. E por serem sempre os Autoramas.

Banquinho e violão

Erika machado

Por dês do ano passado ser extremamente esperada, e vir com mais 2 músicos e fazer um show calmo e bem bonito.

Wado

Por voltar à Fortaleza depois de tempo e fazer show banquinho e violão com um guitarrista bom e emocionar com a calma das novas músicas.

Markus Ribas e trio

Por ter visto pela primeira vez, e por toda aquela malandragê no palco.

Teatro

Incelência

Pela simplicidade de contar melancolicamente uma vida comum.

Engenharia erótica

Por serem tão provocadores.

Abajur lilás

Por também serem provocadores e fazer este negócio chamado de Teatro valer a pena em uma cidade como à nossa cheia de gente provinciana.

Literatura

Romance

V. S. Naipaul

Por ter feito “Uma Casa Para o Sr. Biswas”, e todos outros romances que só vim descobrir do ano passado pra cá.

Poesia

Fabrício Carpinejar e Bárbara Lia

Por serem uma das melhores descobertas da boa poesia desta literatura recente.

Literatura infantil

Istuan Banyai

Por ter feito "Zoom" que só descobri neste ano.

3 comentários:

M. disse...

Boa ideia esta lista.

Destaco o filme a estrada, que não vi, mas li. O livro é interessante mas nada de especial. Para além de repetir a palavra "soergueu-se" umas 70 vezes...lol

Mas dá para ver que estás todo virado para a cultura e que tens gostos ecléticos...


Tinhas que ter alguma qualidade...lol

Dan disse...

Do que vc indicou q eu vi achei otimo: Onde vivem os monstros e A origem, recomendo Lembranças, Invictus e Uma joranda pela Esperança...

bjus adorei a lista vo pegar uams dicas

Carlos Alberto disse...

Tô muito afim de ler Cormac Maccarthy M, os dois filmes que vi baseado em obras dele gostei muito. Se você fosse minha vizinha de rua, já tava na tua porta batendo para pedir o livro emprestado. :D

"Invictus" eu perdi neste ano Dan, infelizmente mesmo, porque sou muito fã do trabalho de Clint Eastwood. Esses outros que você comentou, vou procurar. Valeu. :)