sábado, 23 de abril de 2016

O CABEÇA DE PROZAC.

Mancho, cadê teu tumblr?
Excluíram.
Tu excluiu?!
Não, excluíram.
Como assim?
Sei lá, alguém entrou e excluiu o blog. Ou então denunciaram o tumblr e o próprio tumblr excluiu minha conta, nem sei como foi.
Eita, mó paia.
Muito ó, eu tinha essa conta dês de 2010, eu acho. Eu seguia uma porrada de tumblr massa, e tinha mais de 2 mil seguidores que olhavam as rumações que eu postava.
Mó paia ó. Tu num sabe quem foi que fez?
Só tenho ideias.
Mancho, isso é coisa de quem não gosta de ti.
Tem uma porrada de gente por ai que não vai com a minha cara. Bem normal isso.
Ozinimigo!
Que nada, eu teria que me ter muita importância pra poder acreditar que alguém não gosta de mim ao ponto de perder tempo comigo.
Mais pior que tem, viu, gente assim.
Tem uma porrada de gente que não vai com a minha cara. Umas duas, três pessoas que me odeiam de verdade.
Sério?
Sim. Todo mundo que um dia já me amou, passa a me odiar depois. Eu acho bonito isso ó, o amor que se torna em ódio.
Mancho…


Só pra dizer que dias depois que colei o link aqui do meu tumblr ele foi excluído. Perdi uma pá de blogs legais que eu seguia dês do início de minha conta lá. Mas tá tranquilo, tá favorável, tá suavi. Manda mais que eu tô de boa. E só por isso, criei uma nova conta, onde continuo postando as velhas esquisitices que eu gosto, algumas músicas que escuto, os porn de qualidade, e uns textos também. Quem tiver tumblr e quiser seguir, quem quiser passar tempo vendo esquisitice ou simplesmente quem quiser me excluir, aqui ó.


Nenhum comentário: